Vídeo Games - Break Games

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Histórias
 
 
 
 
 
 
 
 
 
HISTÓRIA DOS VÍDEO GAMES


Definição e uso do termo: O prefixo “video” no termo “videogame” se refere inicialmente a um dispositivo de visualização de mapa de bits, mas devido ao desenvolvimento das tecnologias, o termo, nos dias de hoje, implica a todos os tipos de tela, formatos e plataformas. Então podemos considerar como sendo um jogo de computador ou de outras plataformas para se jogar numa tela de monitor ou televisão.

A história do videogame é dividida em oito gerações de acordo com a evolução da tecnologia, por isso vamos começar pelo princípio, a Primeira Geração.

1°Geração



1947 – Considerado como a primeira criação que assemelha a um videogame, o Dispositivo de entretenimento com tubo de raios catódicos”, foi patenteado por Thomas T. Goldsmith Jr e Estle Ray Mann.
O jogo era um simulador de mísseis inspirado pelos radares usados na Segunda Guerra Mundial. Através de botões era possível alterar a velocidade e a curva do míssil até o alvo.

 
 
1952 - Desenvolvido por Alexander S. Douglas, o OXO, Noughts and Crosses surgiu como o primeiro videogame, possuía gráficos digitais exibidos em um monitor de tubo de raios catódicos. O jogo era o famoso “Jogo da Velha”, só que jogado em um computador com um controle de telefone analógico.



1958 - O físico William Higinbotham apresentou o Tennis for Two no laboratório Brookhaven National. O jogo consiste numa bolinha (uma luz verde) na tela do osciloscópio, que ia de um lado para o outro passando por cima de uma rede (uma luz verde fixa) simulando uma partida de tênis vista de lado.  Os jogadores utilizavam um controle e para rebater a bolinha tinham que apertar um botão e girar um outro para definir o ângulo em que a bolinha seria rebatida.
 

 
1962 – Os estudantes do MIT, Steve Russell, Martin Graetz e Wayne Witaenem, criaram o Spacewar!, considerado o primeiro jogo do recém-lançado minicomputador DEC PDP-1. Na tela escura, uma estrela afetava a força gravitacional de duas naves que tinham a missão de destruir uma a outra através de tiros. Cada uma das naves era controlada por um jogador e tinha uma quantidade limitada de tiros e de combustível para tentar detonar a outra.
 


Com o sucesso do jogo, a DEC começou a distribuir seus computadores com o jogo instalado de fábrica, se tornando então, o primeiro vídeo game a sair dos laboratório e aos poucos ganhar o mundo.

1966 - Ralph Baer teve a ideia de criar uma máquina de baixo custo que rodasse jogos eletrônicos na TV e que pudesse ser utilizada por qualquer pessoa que quisesse se divertir.


1967 - O primeiro esboço da idéia de Baer, o Chasing Game, um simples jogo de “Ping Pong”, onde 2 quadrados controlados pelo jogador podiam ser movidos pela tela.



1968 - Baer apresenta o protótipo de seu videogame, Brown Box, com 4 opções de jogo, o Ping Pong, Futebol, Voleibol e Tiro. O Brown Box tinha até uma espingarda com células fotoelétricas.



1971 - Conhecedor do Spacewar!, Nolan Bushnell juntamente com um colega de trabalho, desenvolveu uma versão “arcade” do jogo, chamada de Computer Space. Nolan criou uma máquina feita sob encomenda para rodar seu jogo e ganhou o status de “o primeiro fliperama da história”.



1972 - Bushnell e seu amigo Ted Dabney resolveram fundar uma firma específica para desenvolver jogos eletrônicos, chamada Atari. Aperfeiçoando o jogo de ping pong criaram o famoso PONG.
 


Nesse mesmo ano, através do protótipo do Brown Box, chega ao mercado o que é considerado pelos historiadores como o primeiro console de videogame da história, o Odyssey 100, que foi fabricado pela Magnavox, da Philips holandesa.
 


Utilizavam-se  de placas de circuito impresso externas, onde eram gravados os jogos (futuramente os conhecidos cartuchos). Inicialmente foram ofertados 12 títulos e que podiam ser trocados pelos usuários. O game acompanha cartões de plástico, os overlays, que eram colocados por cima da tela da televisão para dar maior realismo ao jogo. Porém não foi tão bem sucedida como esperavam.

1974 - Com a ideia de criar um sistema caseiro que rodasse o sucesso Pong, Bushnell apresentou a diversos revendedores o Home PONG. Seu lançamento ocorreu em 1975 e com a ajuda da cadeia de loja Sears, instaurou-se uma verdadeira Pongmania, competindo diretamente com o Magnavox Odyssey.



1975 - Lançado pela Philips Tele-Spiel ES 2201, o primeiro console batizado de PONG Systems que utilizava cartuchos para a execução de seus jogos. O videogame teve um certo sucesso apesar do hardware bastante limitado e que não permitia nem computar a pontuação dos jogadores em tela e o valor um pouco alto.



1976 - A Telstar criou a Coleco Telstar, uma cópia do Pong, um console com especificações iguais aos seus concorrentes, porém com o preço praticamente baixo, se tornou um sucesso de vendas. Outro diferencial era o chip utilizava, o AY-3-8500 da General Instrument que fora desenvolvido para rodar inúmeras variantes de PONG.



1977 - A Philco/Ford lança o primeiro videogame 100% brasileiro, o Telejogo. Um console simples, que vinha com três jogos, Futebol, Tênis e Paredão. O controle era feito através de um dial, como o sintonizador de rádio.  Apesar do gráfico fraco, traços que subiam ou desciam para rebater um quadrado (bola), virou febre no Brasil.



Também em 1977, a Nintendo que já fazia sucesso com seus brinquedos eletrônicos, lançou Nintendo Color TV Game, que superou todas as expectativas e surpreendeu por trazer gráficos até que bonitos para a época. Assim não demorou muito para que outras versões do console fossem lançadas: Color TV Game 15, Color TV Racing 112, Color TV Block Kusure e o Nintendo Computer Game.



1978 - Após o sucesso da primeira versão, a Philco/Ford não perdeu tempo e lançou o Telejogo II. O console possuía uma biblioteca de jogos maiores, num total de 10 jogos (Hockey, Tênis, Paredão I, Paredão II, Basquete I, Basquete II, Futebol, Barreira, Tiro Alvo I, Tiro Alvo II). O que se destaca no Telejogo II eram os joysticks, pois não era mais necessário ficar perto do console para poder jogar e era mais confortável.



E assim acaba a 1° Geração do videogame.

O que você achou do artigo acima? Deixe o seu comentário.
 
 
Confira o vídeo da PBS Digital Studios.
 
 
 
Confira o vídeo da Discovery Channel.
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal